Lula Voltou.

Lula é entrevistados por blogueiros. Lula Voltou.
Lula é entrevistados por blogueiros. Lula Voltou. ( foto de Ricardo Stucker/ Instituto Lula)

Pouco ou quase nada me interessa, sobre aqueles que odeiam Lula, apenas pelo ódio, sem nada que fundamente este tão baixo sentimento, só posso dizer que perdem uma grande oportunidade de ouvir e debater com um craque na política, uma daquelas referências na arte de falar, discutir e expor complexas ideias com extrema simplicidade e de forma ao entendimento amplo do que ele defende, concordando ou não com suas ideias. Lula é um caso raríssimo de alguém que teria 100% de dar errado, por todo conjunto da obra e destino de vida.

Cerca de dois anos atrás escrevi sobre  Lula, como um Mito (Lula – Mito brasileiro), ele acabara de sair de um duro tratamento de câncer, em que apareceu como abatido, com um aspecto de que chegara seu outono final, mesmo recuperado da doença, as energias parecia terem sido sugada para sobreviver.  No texto indicava algumas características tão definitivas sobre seres mitológicos: “É quase impossível não enxergar em Lula todas as características típica destes seres mitológicos, sua riquíssima trajetória pessoal, desde o nascimento complicado, a mudança para São Paulo, seu rito iniciático, suas lutas, sua imensa transformação, a troca de nome “identidade secreta”, que o levará à comunhão com os seus. Os enfrentamentos heroicos que vão elevando mais e mais, até seu apogeu, maturidade, quando dirige seu povo”.

Lembrei ainda que a trajetória pessoal e que “todos os feitos de Lula como sindicalista, líder das míticas greves do ABC, depois o homem que criou um partido no seio do povo, dos de baixo, liderou-o por várias eleições, até ser o primeiro Presidente de um país vindo do povo, que transformou o país de forma inacreditável. Lula ganhou o mundo, celebrado em qualquer ponto que ele vá na terra, mas como qualquer homem, adoece, corre seus riscos, isto também faz parte de seu rito, da sua “dokimasía, do “conjunto de provas” por que passou esse espancador de trevas”.

 E por fim que a “doença que enfrentou e sua superação também é parte do mito, é pouco provável que alguém fique indiferente diante de um Herói/Lula, as paixões que desperta, o amor a ele devotado pelo seu povo, que supera em muito o ódio invejoso dos poucos que o persegue. Este momento, em venceu à morte que lhe espreita, passa a ter a voz da sabedoria, suas novas falas serão cada dia mais carregadas de simbolismos, até nas frases mais simples”.

 É exatamente sobre esta voz da sabedoria que percebi que seria o forte de Lula, depois da superação de mais uma prova, a mais difícil, que é contra a morte. Hoje, numa entrevista histórica de quase quatro horas para alguns blogueiros, não pude deixar de notar que Lula voltou, o ser mitológico de frases célebres, de raciocínio preciso, conciso, de falar com propriedade sobre tantas coisas, sem jamais perder a simplicidade e fluência, que vai enfileirando exemplos de sua vida mais simples, como as enchentes da Vila Carioca aos encontros com Presidentes, Reis pelo mundo.

Tudo ali reunidos num mesmo cidadão, com a maestria e ótimas tiradas, sempre com humor, com causos e parábolas, ensinando e aprendendo, exercendo o que há de mais profundo e genial na política, enfrentando as questões indigestas e olhando diretamente para cada interlocutor. Lula repete o mesmo Mantra deste Blog: “Não há nada fora da Política, sem política nada existe de bom, e sem democracia a lugar nenhum se chega”. Uma verdadeira aula de política, o vigor e a vibração de antes, a mesma paixão pelo Brasil, pelo seu povo, pelo seu legado.

A reafirmação de que não existe um “Volta Lula”, nem à direita, muito menos ainda, à esquerda,  pois isto é um desserviço à democracia e ao país. Dilma terá ao seu lado mais um guerreiro, para continuar as mudanças, entendendo como explicitou Lula, de que cada momento, cada conjuntura, você avança mais ou menos, mas o caminho não pode ser o retrocesso.

Quem viu e ouviu, e souber aproveitar as palavras do mestre, do craque, agora é levantar a cabeça e jogar. A cena do debate me pareceu aquela da imagem do Didi, em 1958, após o gol sueco, com a bola debaixo do braço falando e repetindo, nós não vamos perder, não vamos retroceder. É isto.

ex presidente Lula dá entrevista a blogueiros

Imagem de Amostra do You Tube

4 thoughts on “Lula Voltou.”

  1. E não importa a clareza com que fale o Presidente, quem o quer destratar o faz do mesmo jeito. Às vezes tenho vontade de ignorar o mundo completamente, mas ainda não dá. Parabéns, como sempre. :)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: