O Churrasco do Escárnio de Bolsonaro: Comemora 10 mil mortos?

Com 10 mil mortos o que comemora, Bolsonaro?

“Conservar a autoridade requer respeito pela pessoa ou pelo cargo. O maior inimigo da autoridade é, portanto, o desprezo e o mais seguro meio para miná-la é a risada” (Hannah Arendt)

Qual a razão de se fazer um churrasco para umas 30 pessoas na quarentena? Que tipo de gente é Bolsonaro que no meio de uma pandemia, com 10 mil mortos, fará uma confraternização? Que mal tão grande fez Brasil para merecer isso?

Bolsonaro definitivamente é a personificação do “Mal banalizado”. É o anti-humano, aquela criatura que não tem empatia nem pelo filhos, que prefere os chamar por números e não por nomes.

Desde sempre sua carreira política é de um medíocre, um deputado que se notabilizava por declarações abjetas, defendendo ditadores fascistas, torturadores e uma agenda de ofensas às mulheres, homossexuais e qualquer direito humano.

Esse ser inominável se elegeu presidente do Brasil,  pela loucura coletiva, que foi tão bem azeitada pela grande mídia, na sua cruzada antipetista, de criminalização dos movimentos sociais e da esquerda. A Antipolítica, o desprezo pela Democracia, pela ciência, levou a essa tragédia.

A criatura se volta contra seus criadores, não só cospe, como defeca, no prato em que comeu, não adianta mídia e alguns personagens sórdidos agora se vitimarem. Sendo bem direto: vocês criaram o ambiente para um Jair qualquer, odioso e autoritário chegar ao Planalto.

Um ano e dois meses completamente perdidos, antes da pandemia,  essa figura asquerosas e sua trupe mambembe que exala o ódio e podridão fascista, desfilava rindo e destruindo direitos sociais, trabalhistas sob aplausos da mídia. Guedes era o bálsamo na sua cruzada contra o Estado, na destruição das instituições públicas.

As falas boçais  de Bolsonaro e o submundo podre da sua família ligada à milícia, pareciam o “normal” e tudo convenientemente relegado ao segundo plano nos noticiários, O raciocínio: O personagem é ruim, mas agenda contra os trabalhadores contra o Estado, é ótima,.

A pademia e os desatinos se acentuaram, os arroubos autoritários e as provocações mais explícitas, fizeram acordar a mídia, que não se descola da agenda Guedes, mas quer o fim de Bolsonaro.

A completa insensibilidade desse monstro choca o mundo, não é mais possível simplesmente ignorar. Todas as suas intervenções com uma claque domesticada, ofendem à honra, os valores humanos elementares, a democracia e a vida.

O Churrasco é só mais um evento nessa cavalgadura rumo à ditadura disforme, de uma família sem pudor, sem amor, sem nada.

Triste fim do Brasil.

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

Deixe uma resposta

Next Post

A Criação e O Sexo

dom maio 10 , 2020
Share this on WhatsApp “Desta vez, osso de meus ossos e carne de minha carne, esta será chamada ‘mulher’, pois foi tirada do homem.” (Bereshit 2:23) Adão, o primeiro homem, nascido do barro e do sopro de D’Us, estava ali na reflexão do fim do dia, no Jardim do Éden, […]
%d blogueiros gostam disto: