Deltan Condenado, Alckmin no PSB – O mundo Circular!


Nada como um dia atrás do outro, com uma longa noite entre eles.

A vida não é uma linha reta, ao contrário, ela é cheia de curvas, quando você pensa que já viu tudo, ou que nada sairá do lugar comum, acontece uma virada, uma mudança de rumos, que ninguém poderia acreditar, na maioria das vezes é só uma questão de tempo e paciência, para que algo surpreendente aconteça, nem que seja apenas para reparar um mal.

Ontem, 22.03.2022, o ex-Procurador da República, “chefe” da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, foi condenado a indenizar o ex-presidente Lula, pelo famoso powerpoint midiático que o Sr. Deltan fez contra o ex-presidente para agradar os jornalistas amigos, ganhar manchetes, quem sabe azeitar seus próprios negócios de palestrante?

A condenação no STJ, com valor módico, R$ 75.000,00, que será atualizado, claro que não repara o mal causado, não devolve a honra atingida, por um personagem vaidoso, messiânico, como se fosse um cruzado contra a corrupção, atropelando o devido processo legal, condenação prévia, com interesses que nada tinham de republicanos.

A medida imposta tem um caráter pedagógico, que impõe limites aos servidores públicos, contra o abuso de autoridade e que deve lhes lembrar que seus atos devem ser restritos ai que a lei manda, especialmente, durante o curso de um processo, em que as garantias constitucionais dos réus devem ser parte fundamental da preocupação daqueles que fazem as investigações e os que os denunciam no processo.

Deltan se demonstra revoltado nas redes sociais, ele é candidato à deputado federal, abandonou o MPF, ontem agia como se fosse vítima de uma conspiração. Não custa lembra, aliás, que seu comportamento na Operação Lava Jato, seu conluio com o juiz, não foi devidamente apurado, mas deu causa, inclusive, para suspeição geral, pois os direitos dos réus, não apenas de Lula, não foram respeitados, era um tribunal de exceção, forçando à barra, o que levou a anulação geral dos processos.

Para arrematar as surpresas desses tempos, de boas perspectivas, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ligado à direita tradicional, se filiou ao PSB (Partido Socialista Brasileiro), para provavelmente ser o vice na chapa de Lula, como tudo indica.

Alckmin fez uma defesa de Lula daquelas de cair o queixo, correta e de grande impacto. O que nos faz lembrar, de novo, do tempo, tão pouco tempo atrás, o mesmo Alckmin participou da luta pelo impeachment de Dilma e defendeu a prisão de Lula.

Oh, mundo circular.

 Save as PDF

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: