1

Nenhum amor ou uma dor é maior do que a outra. Costumo ouvir, ler de que nenhum pai/mãe deveria enterrar um filho, concordo, sem dúvida, entretanto isso não me torna premiado ou que haja maior pesar, em relação a mim, todas as dores, são importantes, pois atingem cada um de […]

“Como o fora a princípio, ó sacra Onipotência, teu sol é hoje ainda enigma, assombro, encanto” (Fausto – Goethe) É bem certo que o tempo que me resta será menor do que o tempo já vivido, como também é inexorável que no tempo porvir, a saúde será mais debilitada do […]

1

Da nossa vida, em meio da jornada, Achei-me numa selva tenebrosa, Tendo perdido a verdadeira estrada. (Canto I – Divina Comédia – Dante) Esqueçam a piedade, isso não é uma busca de que se tenha dó ou comiseração, apenas se quer uma visão crítica e mais fiel do que somos. […]

Dois Papas, não se trata de um filme, mas de um acontecimento. É um embate de duas potências de duas ideologias dentro de uma mesma fé e igreja milenar. A Igreja Secular, perene e seus dogmas que a mantiveram por dois milênios, em face de uma corrente na Igreja que […]

1

“My heart is yours It’s you that I hold on to That’s what I do And I know I was wrong But I won’t let you down” (Sparks – Coldplay) Sobre quase todos os ângulos, procurei descrever Letícia. Entretanto, descubro alguma coisa a mais, para continuar entender quem ela é […]

“O aço dos meus olhos E o fel das minhas palavras Acalmaram meu silêncio Mas deixaram suas marcas Se hoje sou deserto É que eu não sabia Que as flores com o tempo Perdem a força E a ventania vem mais forte” (Noturno – Fagner) O terrível desejo de escrever, […]

1

“Sou livre; trago em mim a impávida verdade” (Édipo Rei – Sófocles) A vida vai nos apresentando determinadas situações, algumas de limites, rupturas, outras de uma certa provação individual, quanto aos seus valores. Bem, nem preciso dizer que as questões aqui levantadas fazem parte desse longo processo de mutações radicais […]

“Desçamos ao mundo onde nada se vê” (Divina Comédia – Dante) Ao fundo ouço, mais uma vez, a poderosa “A Whiter Shade a Pale”, agora na espetacular versão de The Main Squeeze, as palavras descem no teclado no piloto automático, velhas e novas ideias, um sonho recente, ou uma formulação […]

“Não quero o que a cabeça pensa eu quero o que a alma deseja Arco-íris, anjo rebelde, eu quero o corpo tenho pressa de viver” Ora, nesse momento de minha vida, encontro uma enorme identificação com meu conterrâneo, o sobralense, que era um baita poeta, um grande filósofo, um puta […]

“Vai-se-me em névoa o mundo. Emanações subtis que exalais, vem tornar-me aos anos juvenis. Que imagens que trazeis de dias tão risonhos!… Caras sombras! sois vós? aéreas como em sonhos?” (Fausto – Goethe) Ainda nos resta um último fôlego para aguentar um novo mergulho, nas águas turvas de um rio […]

“É um estranho repouso, este de dormir De olhos abertos; de pé, falando e mexendo-me, E dormindo, contudo” (A Tempestade – Shakespeare) As viagens de metrô e trem, sem internet, têm sido um alento, é um momento em que não tem perturbações externas, então ouço músicas velhas, enquanto faço pequenos […]

“Que ditosa ilusão, supor que ao homem seja dado emergir do mar dos erros! O que é mister saber, ninguém no atinge, e o que se alcança para nada presta” (Fausto – Goethe) Sim, agora tudo ou nada, pouco importa. A fase de tensão da alma do que não se […]