“Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico com saudosa lembrança estas memórias” (Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis) Com a Pandemia do Coronavírus, COVID-19, surge uma “esperança” de que essa possibilidade se concretize, afinal estou cansado de “promessas” de hecatombes, sem se […]

“Sobre o que tememos e não mais sabemos o que temer, Senão flutuar sobre um mar selvagem e violento, À deriva.” (Macbeth – W. Shakespeare) Uma dor intensa, uma tristeza que aperta o peito, de repente é só o que nos resta, além de tolas palavras e vazias promessas de […]

      “Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico com saudosa lembrança estas memórias” (Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis)     “De hoje não passou, finalmente chegou o fim, meio decepcionado, com tantas promessas de fim do mundo, eu já […]

Arquivos