“Que é mais nobre para a alma: suportar os dardos e arremessos do fado sempre adverso, ou armar-se contra um mar de desventuras e dar-lhes fim tentando resistir-lhes?” (Hamlet – Shakespeare) A Quarentena, o isolamento social, sem contatos próximos, foi imposto pelas circunstâncias especiais de absoluta necessidade de sobrevivência da […]

“Amanhã, e amanhã, e amanhã Arrastam-se nesse passo miúdo dia após dia Para a última sílaba do tempo narrado; A nós tolos, todos esses ontens iluminaram O caminho para o pó da morte. Apaga, apaga, lume passageiro” (Macbeth – WS) O que a vida reserva a cada um de nós? […]

“Sobre o que tememos e não mais sabemos o que temer, Senão flutuar sobre um mar selvagem e violento, À deriva.” (Macbeth – W. Shakespeare) Uma dor intensa, uma tristeza que aperta o peito, de repente é só o que nos resta, além de tolas palavras e vazias promessas de […]

“De todos faz covardes a consciência” (Hamlet – W Shakespeare)  Sim, faz um bom tempo em que não apareço por aqui, andei realmente meio sumido, sem escrever quase nada, mas não é por falta do que falar, ao contrário, tenho muito, entretanto a vida tomou um rumo absolutamente inesperado, que […]

“Que não me caiba em sorte essa próspera vida de dor, nem essa felicidade, que dilacera o meu espírito!” (Medeia – Eurípedes) Há dias em que bate uma profunda tristeza, em que a falta de perspectiva é tão grande que você não enxerga mais a linha do horizonte. Por alguma […]