“Uno é o mito, mas não por se referir a uma só pessoa, como creem alguns, pois há muitos acontecimentos e infinitamente vários, respeitantes a um só indivíduo, entre os quais não é possível estabelecer unidade alguma.” (Ética a Nicomaco – Aristóteles) Bem antes da Pandemia um mau maior nos […]

“A morte, essa justiceira cruel, é inexorável nos seus prazos” (Hamlet – Shakespeare) A maior violência da vida é a morte de um filho. O texto podia terminar na frase acima, pois tudo aqui e abaixo é mera redundância, expiação, lamúrias, algum amor e sentimento, principalmente, poesia, mesmo que machuque. […]

3

“A matéria que nos compõe É igual à dos sonhos; e a nossa curta vida Cercada por um sono.” (A Tempestade – William Shakespeare) Estive no quarto de Letícia para procurar um lençol no guarda-roupa, algo assim, aí me dei conta da extrema organização dela, coisa a coisa, o cuidado, […]

  “Se queres, amontoa em tua própria casa riquezas mil e vive com a magnificência de um rei; mas, se isso não te traz contentamento, eu não daria nem a sombra da fumaça por todo o resto, pois não há para os mortais nada que seja comparável ao prazer” (Antígona […]

1

“É preciso amar as pessoas Como se não houvesse amanhã Por que se você parar pra pensar Na verdade não há” (Pais e Filhos – Legião Urbana) A letra remete ao tempo presente, ao viver o dia como se fosse o último, como se não houvesse futuro, nem esperança, apenas […]

“Zeus te ocultou a vida no dia em que, com a alma em fúria, se viu ludibriado por Prometeu de pensamentos velhacos. Desde então ele preparou para os homens tristes cuidados, privando-os do fogo”. (Trabalho e Dias – Hesíodo) Por mais duro que seja, na real, as pessoas não se […]

2

Desde aquele dia 18.11.18, praticamente em todos os esses 540 dias, alguém dia que com o tempo a dor vai passar, que se transformará em saudades (boas?). É bem certo que tenha feito isso com outras pessoas que estão nessa mesma situação. Falta-me inteligência, ou sensibilidade, os dois, provavelmente, porque […]

“O curso de minha vida Chegou ao seu outono, à folha seca e esmaecida” (Macbeth – Shakespeare) Muitas vezes penso que esse Blog só sobrevive por muita teimosia minha, ele segue, apenas por essa obstinação, seria mais simples apagar tudo, esquecer e sumir ao vento como as bruxas de Macbeth. […]

“De todos faz covardes a consciência” (Hamlet – W Shakespeare) Tantas tecnologias no alvorecer de um novo mundo, comunicações, sem no entanto fazer romper com os dilemas mais elementares, já pensados e postulados em épocas passadas, apenas para nos lembrar o que realmente somos, não importando os  avanços da sociedade, […]

“E após com ótimas armas Crono de curvo pensar, filho o mais terrível: detestou o florescente pai” (Teogonia – Hesíodo) Vivemos ondas de senoides sincronizadas que se somam e trazem resultados que colocam a humanidade em xeque. As várias frequências que entraram numa mesma sintonia, quase interferência, a vibrar num […]