2

“No existe un momento del día En que pueda apartarme de ti El mundo parece distinto Cuando no estás junto a mi” (Contigo en la distancia – Cesar Portillo De La Luz) Os meses avançam, as estações se sucedem e muitas vezes me sinto naquele claustrofóbico hospital, preso ao que […]

“I’m waking up to ash and dust I wipe my brow and sweat my rust I’m breathing in the chemicals”  (Radioactive – Imagine Dragons) #Leucemia : Quando ela bate na sua porta!, foi esse o nome do primeiro artigo contado do que aconteceu naquele fático dia. Há nove anos, 11.06.2010, […]

“Deus me acuda! A arte é longa, a vida breve.” (Fausto – Goethe) Hoje completa um mês da partida de Letícia para aquele campo indefinido, de onde não se tem notícias, exceto pelo ato de fé, que em várias crenças e religiões tentam nos confortar. Na celebração cristã, herdada da tradição […]

1

“Sabes que é sorte comum _ tudo que vive morre, Atravessando a vida para a eternidade”. (Hamlet, William Shakespeare) Ora, Hamlet, diz que a morte é o “país não descoberto, de cujos confins, jamais voltou nenhum viajante”, no Ato III, o que nos parece uma flagrante contradição com o Ato […]

“E, presságio fatal então colhendo, Deram-me de Pecado o triste nome: Habituados porém a ouvir-me, a ver-me, De mim gostaram; conquistei ovante Com minhas graças os contrários todos” (Paraíso Perdido – John Milton) Aqui jaz, não alguém ou ninguém, apenas ideia de uma vaidade intelectual que foi atropelada realidade. Aquele […]

“Nada há de sério na existência humana, Tudo não passa de frivolidade” (Mabeth – W. Shakespeare) A Classe, ou seja 99% das pessoas, vive sob constante pressão: Terá o que comer amanhã, como pagar as contas que vencem na semana que vem ou, terá trabalho no próximo mês. São as […]

4

“O deus dos mortos, que adormece a todos, leva-me viva para os seus domínios sem que alguém cante o himeneu por mim, sem que na alcova nupcial me acolha um hino; caso-me com o negro inferno.” (Antígone – Sófocles) É quase certo que um punhado de pessoas muito próximas sentirão […]

“O herói é aquele que se exaure na sua missão, vive para a sua causa. Como seres que não são deuses nem humanos, são intermediários entre o mundo da consciência e o inconsciente. São “daímones”, são o traço-de-união entre o mundo dos homens e o mundo divino” (Junito de Souza […]

“Em troca do mundo, que já destruíste, extrai de ti outro, melhor, menos triste! Profere o teu Fiat, e logo é criado!” ( Fausto – Goethe) Leio no mural de um amigo que um jovem, cheio de saúde, bonito, alegre, veio a falecer (não tenho curiosidade de saber como e […]

“puluis et umbra sumus” (somos pó e sombra – Horácio) É que o FIM sempre nos assusta, no caso a morte é o último ato da vida e continua inescapável, que nem a Escatologia resolve ou dar paz aos que ainda estão em vida, pois a certeza da morte assusta […]

Alceste  de Eurípedes   “de sacrifícios sangrentos estão cheios os altares de todos os deuses. Mas não há remédio para os males!”   Tema: Tragédia. Amor. Resumo: Admeto com ajuda do Deus Apolo escapa à morte, porém um ente querido deve substituí-lo, a única pessoa que aceita o sacrifício é […]

    Por volta de 1985 com o fim da ditadura, montamos na Escola Técnica Federal do Ceará(ETFCE) uma comissão Pró-Grêmio Livre, fazia parte de uma campanha nacional pela reconstrução dos grêmios, que tinham sido banidos na época da Ditadura. Esta campanha liderada pela UBES e localmente pela UMES, ambas dirigidas […]