“Eu vi coisas que vocês, humanos, nem iriam acreditar. Naves de ataque pegando fogo na constelação de Órion. Vi Raios-C resplandecendo no escuro perto do Portão de Tannhäuser. Todos esses momentos ficarão perdidos no tempo, como lágrimas na chuva. Hora de morrer.” (Monólogo “Lágrimas na Chuva” de Blade Runner) É […]

    “ANTES DE MIM COISA ALGUMA FOI CRIADA EXCETO COISAS ETERNAS, E ETERNA EU DURO. DEIXAI TODA ESPERANÇA, VÓS QUE ENTRAIS!” (Divina Comédia – Dante Alighieri) Passei vários meses em 1991, de um lado para outro com a “Divina Comédia”( Dante), morava em lugares incertos, trabalhando em implantações de […]

    Escrever como se não houvesse amanhã, é isto que mais tenho feito,nos últimos dois anos. Lembrar de fatos pretéritos, viver o presente, sem se arrepender do que foi feito, afinal tudo faz parte desta aventura, chamada vida. Alguns elementos fundamentais, que alinham as ideias, entrelaçam nossos pensamentos, dentre […]

    Às vezes tenho umas visões do passado, em geral, que iluminam o presente. Desde de ontem quando recebi a indicação da música da Edith Piaf, o post ( Piaf e Floripa veio à cabeça, quase que frase a frase, pois ouvir, e lembrar dela, é um prazer enorme […]

  (Santana do Acaraú)   Nasci numa família grande, uma boa tradição dos avós. Pelo lado da minha mãe, Lopes, meu avô, Raimundo Lopes, casou duas vezes e foi pai de 33 filhos, era o orgulho dele esta grande linhagem. Do outro lado, Rocha, meu avô, Raimundo Rocha, também foi […]

    De vez em quando faço estas reflexões sobre  a questão do blog, do prazer de blogar, mas também das dificuldades e do grande trabalho de fazê-lo, não apenas para escrever com certa  periodicidade, mas principalmente para divulgar os artigos escritos. Tomei algumas atitudes de diminuir o processo de […]

      A Saga da Bruxa Morgana e a Família Real   Em cartaz em São Paulo uma excelente peça da magistral Bruxa Morgana/Rosi Campos, cujo tema é a vinda da família imperial ao Brasil. Para nossa surpresa, a peça é muito mais do que isto, claro que rever […]

17

  “Há um vilarejo ali Onde Areja um vento bom Na varanda, quem descansa Vê o horizonte deitar no chão” (Vilarejo – Marisa Monte)   A Fazenda Santa Maria é parte da história de nossa família, não sei precisar quantas gerações dos Magalhães Rocha foram alimentados por ela, seus cajueiros […]

    “Desta requinta-se outra inda mais nobreE intelectuais espíritos expressa, —E de suas funções faz que resultemSentidos, fantasia, entendimento,Cujo complexo constitui a vidaDonde emana a razão, essência da alma”. (John Milton – Paraíso Perdido) Chegamos ao post 200, uma enormidade. Nem pensava em escrever tanto, em tão curto espaço de […]

      “Deste dia, até o fim do mundo, não terá nenhum, que não seremos lembrado.Nós poucos, nós poucos  felizes, porque quem derramar seu sangue, comigo será irmão, por mais simples que seja, enobrece sua condição. E os cavaleiros nos seus leitos, na Inglaterra, se considerarão malditos, por não […]

          “Se fosse ò fogo infernal, lá iria todo o mundo! A estoutra barca, cá fundo ,me vou, que é mais real” (Auto da barca do Inferno -Gil Vicente)   A península ibérica está mergulhada na Crise 2.0, nem lembra aqueles anos “gloriosos “” do dinheiro […]

    Marx Vive   “Os grandes revolucionários foram sempre perseguidos durante a vida; … Mas, depois da sua morte, tenta-se convertê-los em ídolos inofensivos, canonizá-los por assim dizer.” (Lenin – O Estado e a Revolução” )   Muita coisa interessante estar sendo publicada sobre a Crise 2.0, boa parte no Estadão, […]