Esses dias estava assistindo o excelente filme Tolkien, sobre o autor da trilogia “O Senhor dos Anéis” e de o Hobbit, tive a sensação desesperadora do esquecimento, ou da incerteza sobre algumas questões da Letícia, de seus gostos, relacionados aos filmes e livros. É doloroso sentir isso, pois a memória […]

“Setembro – O mês em que a primavera começa e as flores mais lindas têm o prazer de flore(nas)cer” (Letícia Rocha  – 20/09/1997 a 18/11/2018) Todos os dias da minha vida, enquanto durar, serão marcados pelo dia 18, desde aquele 18.11.18. Letícia é maior do que todos os aforismo e […]

1

“Standing on a hill in my mountain of dreams Telling myself it’s not as hard, hard, hard as it seems” (Going in California – Led Zeppelin) Enquanto existir alguma consciência em mim, por toda vida que me resta, por nenhum momento vou deixar de pensar na minha Letícia. É difícil […]

1

“Lights go out and I can’t be saved Tides that I tried to swim against” (Clocks – Coldplay) De uns dias para cá, comecei a ouvir sempre a meia noite um som de um despertador de um relógio digital, coisa que tinha ouvido muitas vezes, antes da Letícia partir, naquele […]

Os meses foram sendo vencidos rapidamente para todos que nos cercam, contraditoriamente, sinto uma certa lentidão da vida que teima não passar, como se fosse para açoitar nossa dor, a nossa saudade aumentar, prologando por minutos e segundo, pois não há um único instante que não pense na Leleka. Hoje […]

2

É provável que você ache esquisito se “comemorar” o aniversário de alguém que já nos deixou, que partiu para o lugar de onde jamais ninguém voltou, como diz o bardo inglês, e não tenho esperança de que minha doce menina, chegue aqui novamente. Claro que sim, que não é comum […]

Nada a dizer, apenas a imensa saudade, esse buraco fundo aberto no peito. A vida segue sempre porque nada para, por nada e por ninguém. Sonho em claro contigo, nem preciso dormir para te ver. O amor é um sentimento delicado demais para se acabar com a morte, essa brutalidade […]

São 19 meses, mas meu coração parou às 13:41 daquele 18.11.18. Há um coração e um cérebro, paralelos, que me mantém vivo e respirando, uma vida que não é a mesma, uma realidade que me faz continuar, seguir, sabe-se lá para onde. Escrevo aqui para Letícia, para cantar seus feitos, […]

2

Desde aquele dia 18.11.18, praticamente em todos os esses 540 dias, alguém dia que com o tempo a dor vai passar, que se transformará em saudades (boas?). É bem certo que tenha feito isso com outras pessoas que estão nessa mesma situação. Falta-me inteligência, ou sensibilidade, os dois, provavelmente, porque […]