Luiz Carlos Prestes, uma noite em Fortaleza.


Camarada Luiz Carlos Prestes, um herói brasileiro.

Hoje estava conversando com o jurista Juarez Tavares, um dos maiores intelectuais vivo (não apenas no Brasil), por minha sorte, nos falamos de vez em quando, o que muito me honra poder trocar ideias com um mestre da estatura de Juarez.  Ele me mandou um link com uma entrevista de Luiz Carlos Prestes ao Jô Soares, nos 90 anos de Prestes.

Disse-lhe que tinha “conhecido” Prestes em Fortaleza, se não me falha a memória em 1988. Prestes foi fazer uma palestra, quase um comício, no ginásio Aécio de Borba, com capacidade para 2.500 pessoas, mas com certeza e sem exagero, naquela noite histórica mais de 5 mil pessoas estiveram lá, nas arquibancadas e na quadra, de tão cheio, mal consegui ver aquele homem e sua história enorme.

Por cerca de uma hora e meia, Prestes, com quase 90 anos, naquele calor infernal, falou firme, sem nenhuma anotação e demonstrou sua inigualável capacidade de se comunicar. Começou analisando a conjuntura mundial, mal imaginava o que viria acontecer à sua amada União Soviética, da situação da economia e concentração de riquezas, o que emendou para realidade brasileira.

O discurso era potente, um ícone da Esquerda mundial, ali pertinho de mim,  que de tão encantado esqueci até das divergências que nosso pequeno grupo político, o Coletivo Gregório Bezerra (saído do prestismo), tinha com o grande Camarada. Ele estava falando, nos ensinando com a generosidade dos grandes seres humanos, cheio de utopia e sonhos, muito além de sua avançada idade.

Prestes era inspirador, um camarada íntegro e dedicado à causa da revolução, às lutas do povo brasileiro e do proletariado mundial, não havia dúvida quanto a isso, nossas divergências eram no campo das ideias, da estratégia para revolução, todos nós ali sentíamos que a revolução estava próxima, aquele momento era dele nos dizer por onde ir, mesmo que não fôssemos pelo mesmo caminho.

Uma noite que ainda repercute na minha cabeça, uma viva memória do grande camarada Prestes

 

 

 Save as PDF

One thought on “Luiz Carlos Prestes, uma noite em Fortaleza.”

  1. Eu não tive a felicidade de ter ido à palestra do grande Prestes, mas fui a uma UFC lotadíssima, por ocasião da palestra do Magister Paulo Freire (outubro de ´83).

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: