1

“Standing on a hill in my mountain of dreams Telling myself it’s not as hard, hard, hard as it seems” (Going in California – Led Zeppelin) Enquanto existir alguma consciência em mim, por toda vida que me resta, por nenhum momento vou deixar de pensar na minha Letícia. É difícil […]

“Se não for sua intenção fazer aquilo que suas palavras demonstram, não me alimente com vãs esperanças” (Decameron – Giovanni Boccaccio) O vento sopra frio e entra pela janela do quarto/escritório, depois de mais um dia muito quente, o que confunde primavera com verão, nesse confuso tempo de São Paulo […]

Essa noite vi um grandioso filme, “Um homem de Sorte” (Lykke – Per) (Netflix), de Bille August, que retrata a Dinamarca do século XIX, rural, pobre e atrasada. Imediatamente me veio uma série de questionamentos sobre mim mesmo, minha trajetória, meus conflitos, minha personalidade errática, orgulho e vaidade, as conquistas […]

Como quem lucro anela noite e dia, Se acaso o tempo de perder lhe chega, Rebenta em pranto e triste se excrucia (Inferno – A Divina Comedia – Dante Alighieri) No meio de minha jornada, acossado por sentimentos contraditórios, de um lado pelas dores e dardos arremessados pelo cruel destino, […]

  “Eu vi coisas que vocês não imaginariam. Naves de ataque em chamas ao largo de Órion. Eu vi raios-c brilharem na escuridão próximos ao Portal de Tannhäuser. Todos esses momentos se perderão no tempo, como lágrimas na chuva. Hora de morrer.” (Blade Runner  – Lágrimas na chuva) Olho velhas […]

Um clássico se reconhece quando ele causa estranheza, quando se lê um livro, ou se assiste a uma peça, um filme, e vem aquela sensação de que levou um soco na barriga, que te causou um tremendo incômodo, de tão forte a avassalador que foi o contato com algo realmente […]

2

É provável que você ache esquisito se “comemorar” o aniversário de alguém que já nos deixou, que partiu para o lugar de onde jamais ninguém voltou, como diz o bardo inglês, e não tenho esperança de que minha doce menina, chegue aqui novamente. Claro que sim, que não é comum […]

“A morte, essa justiceira cruel, é inexorável nos seus prazos” (Hamlet – Shakespeare) A maior violência da vida é a morte de um filho. O texto podia terminar na frase acima, pois tudo aqui e abaixo é mera redundância, expiação, lamúrias, algum amor e sentimento, principalmente, poesia, mesmo que machuque. […]

1

“Não adianta nem me abandonar Porque mistério sempre há de pintar por aí Pessoas até muito mais vão lhe amar” (Esotérico – Gilberto Gil) Falar de Gilberto Gil para mim tem que primeiro contextualizar, e fazer arremessos ao passado, noções de presente e passagens de minha vida, especialmente minha relação […]

“Desta vez, osso de meus ossos e carne de minha carne, esta será chamada ‘mulher’, pois foi tirada do homem.” (Bereshit 2:23) Adão, o primeiro homem, nascido do barro e do sopro de D’Us, estava ali na reflexão do fim do dia, no Jardim do Éden, peladão, pois no princípio […]