“Eu vejo o futuro repetir o passado Eu vejo um museu de grandes novidades O tempo não para Não para, não, não pára” ( O Tempo Não Pára – Cazuza) No final de novembro de 2014, seguindo a tradição dos últimos anos (desde 2011), recolho as previsões com os cenários […]

3

“Ímpio caçando (brutos não, mas homens), Com guerra e hostil engano a todos fere Que à sua tirania não se curvem”. ( Paraíso Perdido, John Milton) Nos últimos quatro anos, o mundo foi sacudido por várias “revoltas” populares, em todos os continentes, elas são produtos direto da Crise 2.0, uma […]