BASTA! BASTA! BASTA!

Hoje, 26.03.2021, registro para não esquecer mais um dia de tragédia para 3650 famílias que perderam seus entes queridos. Já são 307.326 nomes, sobrenomes, sonhos desfeitos, dos idosos avós e avôs, passam para os mais maduros, pais e mães, agora chegam aos mais jovens, que são filhos e filhas, de alguém para o desespero geral, num mês impiedoso que vai ultrapassar os 70 mil mortos. Sem nenhum BASTA?

Uma catástrofe nacional, assistida com desdém por um déspota estúpido, mal educado e insensível, que nem a nossa vergonha e indignação, faz com que haja reações, um BASTA ao assassinato em massa, o Genocídio, que aumenta em números e não gera resistência, nada.

As lágrimas das famílias que não podem chorar seus mortos, nem ao menos um enterro, uma cerimônia e recomendações dignas. A comoção dos familiares não criam uma onda de protestos, de repúdio aos culpados , pois estão nos matando, aos nossos amigos e amigas, ao parentes, aos nossos pais, aos nossos irmãos, e aos nossos filhos, nem assim dizemos BASTA?

Que tipo de gente mesquinha e cínica nos tornamos? Essa indiferença diante das mortes, centenas de milhares, apenas vistas como algo banal, a naturalização do mal, uma completa fuga da realidade, como se nada estivesse acontecendo, um bufão que rir da morte por falta de ar, faz piadas sobre remédios, fala as grosserias e mente e mente todos dias e não se dá um BASTA?

A fome, a condição de miséria em estado bruto que se alastra dia a dia , o salve-se quem puder, os relatos de roubos entre vizinhos, os saques aos pequenos comércios nas comunidades e periferias, com o desemprego em massa e isso não gera um BASTA?

É o Estado de Necessidade explícito visto a olhos nus, sem nenhuma mediação, é um barril de pólvora que cresce e prestes a uma explosão, nem a presença ostensiva da repressão do Estado e de sua polícia, sempre pronta para agir contra os mais vulneráveis, e que quer segurar o BASTA.

No fundo fazemos retórica, somos impotentes, covardes, medrosos, aferrados aos nossos tostões, nossa prisão de classe média, empobrecida, mas orgulhosa, temerosa a qualquer balanço maior, nem pode ouvir falar em luta, no máximo faz o patético bater de panelas, cada vez mais vazias, mas não tem coragem do confronto de gritar alto e bom som:

BASTA BASTA BASTA de Bolsonaro, BASTA de Guedes, BASTA de Mourão, BASTA de todas essa trupe de incompetentes, corruptos e aventureiros. BASTA de todos eles.

Simplesmente não dar mais, nenhum dia a mais.

BASTA!

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

Deixe uma resposta

Next Post

Das Confissões - Um Ateu na Missa.

sáb mar 27 , 2021
Share this on WhatsApp Print 🖨 PDF 📄 eBook 📱No final dos anos de 1970 Eu morava numa pequena cidade do interior do Ceará, Bela Cruz, Mal tinha completado 10 anos, depois da “primeira comunhão”, a “confirmação do Batismo”, o segundo sacramento, fui cumprir a saga da família Rocha, servir […]

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: