“E ninguém nem percebia Que o real e a fantasia se separam no final” (canção em Dois Tempos – Vital Farias) Há uma grande decepção com vários artistas brasileiros por falta de posicionamento às causas populares, alguns inclusive que cruzaram a linha, se posicionando francamente favoráveis à figuras repugnantes como […]

Estude o livro do rosto de Páris, Escrito pela pena da beleza. Repare na harmonia das feições, Pois cada uma embeleza a outra; E se algo fica obscuro no volume, As notas no olhar aclaram tudo. Esse livro do amor, com as folhas soltas, Pra perfeição precisa só de capa. […]

“Como o fora a princípio, ó sacra Onipotência, teu sol é hoje ainda enigma, assombro, encanto” (Fausto – Goethe) É bem certo que o tempo que me resta será menor do que o tempo já vivido, como também é inexorável que no tempo porvir, a saúde será mais debilitada do […]

‘A noite e o inferno à luz hão de trazer meu plano eterno” (Otelo – W. Shakespeare) Por razões aleatórias, voltei a pensar em Otelo, fazia tempo que não trabalhava nada naquele universo tão especial e particular. Mas uma questão antes me desperta, o temor comum das pessoas, em achar […]

1

“Mas dize-me uma coisa, delicioso pândego, quando fores rei, ficará de pé alguma forca na Inglaterra? E será a resolução maltratada como hoje em dia, pelo freio enferrujado dessa antiqualha que se chama lei? Não enforques nenhum ladrão, quando fores rei”. (Henrique IV – Shakespeare) Depois de uma crise de […]

Noturno (Puntetta della Chriciera Piotr Topperzer © Piotr & Co)“Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, Do que sonha a tua filosofia” (Hamlet – Shakespeare) Os mistérios da existência humana ganham algum sentido (será que realmente há?), apenas quando conseguimos nos abstrair do nosso cotidiano opressor e refletimos […]

  “Quando tivermos escapado ao tumulto vital Nos obrigam a hesitar: e é essa reflexão Que dá à desventura uma vida tão longa. Pois quem suportaria o açoite e os insultos do mundo, A afronta do opressor, o desdém do orgulhoso, As pontadas do amor humilhado, as delongas da lei, […]

“De todos faz covardes a consciência” (Hamlet – W Shakespeare) O Hamlet é, para mim, a mais completa obra escrita, por mais que leia e releia, nas mais de 20 vezes, tenho a nítida sensação de que é a primeira vez, mais ainda, há sempre novidades e percepção de que […]

Enquanto escrevo, ali no Youtube toca “A Whither Shade of Pale”, numa performance fantástica de King Curtis, outro presente do meu amigo Ricardo, quando soube que gostava da música, ele me enviou esta verdadeira joia. A música de fundo embaralhou algumas ideias e tornou bem mais claras outras, pois o […]

1

“Mas, ao cair a máscara das boas-maneiras, o que primeiro surge não é a sociabilidade natural, mas sim o nível de caráter perverso-sádico”. ( Wihelm Reich – Psicologia de Massas do Fascismo) O episódio de ontem em que deixou de cumprimentar a Presidenta Dilma na recepção do Papa Francisco é […]

1

    Tem alguns posts deste blog que são muito procurados, nem bem sei por qual motivo, o certo é que vejo que continuam tendo visitas e comentários. Quando olho estes fatos, fico curioso em saber qual motivo desta procura, boa parte dele, se deve aos mecanismo de buscas(Google e […]

4

  Ontem a noite fui ver as estatísticas do blog, deparei com dois artigos ( Análise de Ilíada/Odisséia – Visão Política e O Prometeu Acorrentado – Resenha e Análise) que sempre são acessados, praticamente todos os dias são visitados, por curiosidade fui procurar saber o por que. Então, pelo mecanismo de busca, […]