Caminhando entre pensamentos (bons e ruins), meio que perdido nas enormes incertezas do tempo corrente, quase sempre busco no passado, ou na literatura alguma resposta plausível para sentimentos tão contraditórios, em que as forças em combate que de tanta lutar vão se anulando, ou, no limite, esgotando as energias vitais […]

1

Luiz Felipe Araújo entrou de supetão em minha vida, em 2010, na campanha da primeira eleição de Dilma Roussef, no twitter e no grupo Teia Livre, um portal colaborativo criado pelo Biruel, Marinilda, Na Faixa, Vange Leonel, Lufeba. Lufeba era de uma inteligência absurda, sensibilidade política, observador arguto, estudioso e […]

“Toda teoria é cinza, verde e frondosa é árvore da vida” (Goethe) Há dias em que penso em escrever alguma coisa, há outros que penso em deletar o que não escrevi e até o que escrevi. Sentimentos ambivalentes, que revelam muito o que há em mim, ou o que havia […]

“Quando eu me encontrava na metade do caminho de nossa vida, me vi perdido em uma selva escura, e a minha vida não mais seguia o caminho certo” (Canto I, Inferno, Divina Comédia, Dante Alighieri) Ora, no início da Divina Comédia, Dante anuncia-se no meio da jornada, numa selva escura, […]

“Eu penso, portanto sou” (Descartes) O dia acabou, assim como mais uma semana, que se arrastou lentamente. A noite cheia e com ela aparece uma enorme lua, os ciclos lunares se completam, nesse mês tão cheio de receios e superstições, o agosto, o ano se declina para sua reta final, […]

“Mas eu que despertara, refletia em meu irrepreensível espírito se devia morrer, lançando-me nas ondas ou se permaneceria em silêncio e continuaria entre os vivos. Resolvi sofrer e ir vivendo… ” (Odisseia, Canto X, 49-53, Homero) Assoberbado pelo o dia, não este apenas, todos eles, de mais um ano cruel, […]

E por você ter sido tão especial, Letícia, sua passagem aqui pela terra foi tão rápida. A questão/afirmação seria apenas uma boa ilusão, quem sabe uma mentira que contamos para nós mesmo, com a ideia para nos confortar, tentar aceitar (ou não) tudo de tão triste que passamos a viver, […]

“como em sonho tenho o espírito: acorrentado” (A Tempestade – W. Shakepeare) A péssima sensação de que o mundo travou na noite entre 31.12.2019 e o eterno 2020. O dia seguinte, ao 2019, começou uma realidade paralela continuada. Poucos atos humanos foram efetivados e um houve um travamento total. Iniciado, […]

As lágrimas do domingo são como pedágios de dores e frustrações e de perda. A saudade da Letícia vem de uma forma avassaladora, as lágrimas começam a cair molhando o rosto, quase não enxergo as letras enquanto estou a digitar essas toscas linhas, de desabafo e de derrota, de algo […]

“Perdida toda a sombra de esperança! Em vez de nós, expulsos, exilados, Criada já existe a prole humana, Prazer novo de Deus, e este amplo Mundo Para morada deleitosa dela” (Paraíso Perdido – John Milton) Domingo é o dia do “ato penitencial”, o dia do arrependimento, daquele sentimento de culpa, […]

E como quem o anélito esgotava Sobre as ondas, já salvo, inda medroso Olha o mar perigoso em que lutava (Inferno – Divina Comédia – Dante Alighieri) Por vários aspectos da vida, não apenas o tempo cronológico e a idade que chega para todos de forma inexorável, a sensação do […]

Tateamos os sentimentos e as convivências possíveis em situações extremas como a única saída para sobrevivência coletiva, e, quem sabe também a individual. Escrever no meio de uma guerra é um exercício complicado, cheio de medos de que o que se publica tem fundamento, se é uma visão total, ou […]

Arquivos